24.4.19

Atenda ao clamor dos teus desejos


Ache uma passagem
Entre os teus medos
E chegue até mim

Fiz isso e consegui
E agora estou aqui
Esperando por ti

17.4.19

Sto smetendo di sonhare


E dei pochi sogni
Che ho ancora

Riesco a malapena
A ricordare

15.4.19

Je ne me reconnais plus


Dans cette personne
Qu'aujourd'hui je suis

J'ai besoin de chercher
Trouvez et essayez de sauver

L'être que j'étais
Un jour j'au perdu

Au risque de
Ne jamais me pardonner

Pour accepter viver comme ça
Jusqu'au mourir

12.4.19

Pour quoi


Parler
Parler
Parler
Si la fin est prévisible

Et les mots qui finissent
Un autre chapitre
De ce roman inachevé
Et mal écrit

Ilssont déjá été répété
Infinitement
Et ils sont toujours
Ne pas et impossible

11.4.19

Si può anche avere già detto qualcosa


Di partire
Se è cosi
Forse in quel momento
L'ho trovato più conveniente
Non sentire

10.4.19

Ainda me lembro bem


Costumavas dizer
Que éramos almas gêmeas
E que te conheço melhor do que ninguém
Mais até do que tu a ti mesma
Confesso que cheguei a ter esta certeza
Contudo, hoje só posso discordar
Pois como poderia conhecer alguém
Assim tão bem
Se nem ao menos pude perceber
Neste mesmo ser
A intenção de me abandonar

9.4.19

Dizes que sei


Muito de muito
Mas isso é um engano
O que sei
Não é tanto

E chega a nada valer
Pois não te serve
Ou sequer serve
Ao teu querer

8.4.19

Je suis désolé


Parce que je ne suis qu'un
Et je ne peux pas
Aussi vous servir
Les compartiments de mon être
Ils sont occupés
Depuis quelque temps
Et ils ne sont pas prévus
Nouveaux mouvements

5.4.19

Por não saber voar


E ser incapaz de orbitar
Só consigo pisar na lua
Quando a vejo refletida
Numa poça d´água
No meio da rua

3.4.19

To stop hurting


I need to forget
Everything good and bad
That I made you
And you have made me

Our best memories
The hell of the last days
To save my life
I will have to erase you from me

2.4.19

Ainda espero que voltes


E se voltares repetindo o roteiro
No princípio mostrarei surpresa
E até uma certa indiferença

E só depois
Em segredo
Rir e chorar

Novamente te pedirei pra ficar
Pedindo que seja para sempre
Ao menos até a próxima vez em que partirás

1.4.19

No tatame


E na vida
Com a prática e a repetição

O Aikido se integra em quem o pratica
E aos poucos ilumina sua ação

Corpo relaxado
Com tônus mas sem tensão

Pés perpendiculares, pernas semiflexionadas
Uma boa base de sustentação

A pegada firme
A conexão

A distância correta
A respiração

O olhar fixo entre as partes
O acesso à intenção

Quando os centro se apontam
A postura está correta e surge a união

Tudo é silêncio
E compenetração

Fluxo de energia, movimento
E naturalidade da técnica na evolução

Não restarão vencedores ou vencidos
Pois só existe Um e em harmonização

29.3.19

Parola partala


Che sfuggiva
A causa della situazzione

Può essere vuotp
Una dannata esplosione

Privo di verità
Che non è venuto dal cuore

28.3.19

Aikido


Fim de treino

Expurgo de tudo
Só resta o silêncio

E o inevitável
Retorno ao mundo

27.3.19

Saudade também cansa


Preciso descansar
Parar com esta dança
Mesmo se a música continuar

26.3.19

Je t'aime


Mais pas du tout
J'ai besoin de crier aux quatre vents

Je t'aime ici
Seul, en silence

Et cet amour ne fait que grandir
Au fil du temps

Mais c'est une affaire intime
Pas besoin de le propager dans la distance

25.3.19

Não chorarei mais


Pois agora sei
Que tanto desta vez
Como das outras partidas

Um dia voltarás

E isso não dependerá
De ser
Com ou sem despedida

22.3.19

Even if


The years accumulate
And form a montain in the past

It will not be possible to forget
The moments of happiness

What we experience
When we love in your bed

21.3.19

Sol lua


Sol lua
Sol lua

Frio calor
Sereno chuvisco chuva

E ela continua lá
Impassível sempre na sua

Esperando por um grande amor
Apostando na mesma rua

20.3.19

Não posso te perder


E não é só por te amar
É também por temer
Não conseguir mais viver sem ti

Pois te perder (agora)
Será perder também
Uma parte de mim

Já que não sou mais
Apenas eu
Desde que te conheci

19.3.19

Como é difícil a arte


De entender o amor
Em toda a sua complexidade

De ter que lidar
Com prazer e dor

Um aprendizado lento e sofrido
Que independe da vontade

18.3.19

It does not matter so much


Lose or win
The most important
Even tired
Is do not stop figthing

15.3.19

Saudade


É em certa medida
Uma tentativa
De recusar
A aceitar
Que o passado
Tenha de fato
Passado

14.3.19

Who loves


Do not kill

Who loves
Wants live

Who kills
Does not love

Just kill

13.3.19

Pai


Hoje acordei mais cedo
E com saudades do que nunca fizemos
Não tivemos tempo

De um caminhar descontraído 
Pelas ruas do bairro
Numa manhã de domingo

De colher uma fruta no pé
E comer na hora
Lambuzando bocas e dedos

De um abraço apertado
Tendo certeza da ajuda
Ao encarar lá de dentro todo o medo

Da certeza da cumplicidade 
E do companheirismo
Ao surgir a coragem de expor os conflitos

De falar de amor
Não tendo vergonha das fragilidades
Desse nosso ser masculino

Ou quem sabe
Apenas sentar lado a lado
Num banco de praça

Ficando em silêncio
Com o olhar atendo
Acompanhando a passarada

Achando lindo
Ou achando graça
No povo que passa

Respirando fundo a brisa fresca
Tentando adivinhar os cheiros bons
Que escapam das casas

Pensamento livre, coração leve
E os pés descalços
Na grama molhada

12.3.19

Penso que o ser humano


Não foi feito para viver sozinho
Precisa do outro
Para ouvir, falar e ser ouvido

Isolado ele passa a não funcionar direito
As ideias começam a transitar
Por caminhos distorcidos

O raciocínio fica com defeito
A crítica passa a sofrer prejuízos
No pensamento predomina o sinistro

E o saldo para o espírito
A partir da visão deformada pelo unilateralismo
Não é construtivo

11.3.19

Quando passam as meninas


Desapercebidas
E ventos alísios
Ousam
Elevar seus vestidos

Acabam deixando
Pelo caminho
Uma legião de corações
Mortalmente atingidos

8.3.19

Almas gêmeas?


Penso ser possível
Talvez por isso
É que não vês a hora
De saíres do limbo
E que chegue logo
A próxima encarnação

Assim poderás evitar
Os erros desta
Ao te entregares de vez
Sem machucar ninguém
Ou teres que lidar
Com o peso da traição

7.3.19

Desde la última vez


Confieso
Me quedé preocupado

Temí nunca más
Ser invitado

Para el jardín edénico
De tu cuarto

6.3.19

Un malaise à la poitrine


Une mauvaise force
Que te prêche aulit

Et te oblige
Retourne dormir

Une lutte en cours
Jour après jour